*Meu saudoso KIMBA


***** T A G S *****
-são temas do blog-
(clique em cima)

* 00-kimba-adormecer

* 00-monty-adormecer

* 01-diversos

* 03-eles são assim

* 04-fotografias

* 05-histórias de perdas

* 07-amado gato

* 07-perdas-homenagens

* 09-se eu falasse

* 10-poemas-outros

* 11-crónicas-outros

* 12-crónicas-laura

* 12-natal

* 12-poemas-kimba

* 12-poemas-laura

* todas as tags

*posts recentes

* Hannynha - poodle

* Jolly da Vanilma - 28/04/...

* Bobinhos

* Shirra

* Raça gigante - 2

* ANASTÁCIA - passou para o...

* Como cuidar de cães idoso...

* Natal de imensa saudade- ...

* Há donos e DONOS AMIGOS!

* Deus átomo

* Rufus e Domi da Mar Teres...

* REX - Meu fiel companheir...

* Como abraçar um bebé:

* A perda de um companheiro

* A dor da perda!

*arquivos

*últ. comentários

Obrigada, Vanilma. Eles deixam-nos desoladas quand...
Lindo o que escreveu :(
Vanilma, só agora vi a sua mensagem, amiga.No iníc...
Acabei de perder a minha poodle de 15 anos e estou...
Como eu a compreendo amiga Laura,eles sim são os n...
Obrigada pelo seu comentário. Gostarei de o ver no...
As vezes porreirinhos de mais! Também convivemos c...
Van, o seu Carlinhos já está no meu blog. Já viu?L...

*mais comentados

*Aos visitantes:

Destinei este blog aos animais que já não estão mais comigo ou neste mundo,

e aos amigos com animais também já adormecidos que, roídos pela saudade,

ainda escrevem sobre eles.
Vamos homenageá-los?

Fale comigo - (clique na caixa do correio)

laurabmartins.blogs.hotmail.com
»»»»»»»»»»»»»» | ««««««««««««««

Segunda-feira, 10 de Outubro de 2005

ILHOTA e o cão Piloto

menino_caoHusky.gif Minha saudade nasce no meio da noite,
comprida como a estradinha de areia branca
que dribla as casas, sobe o morro
e vai mergulhar no rio Capivari.

Na minha infância a noite era densa e pesada.
Nela apenas os vaga-lumes
salpicavam a paisagem com seus holofotes.

As histórias eram revestidas de mistérios.
Nunca soube quem era a Mãe do Ouro,
mas meu tio João Cesário jurava tê-la visto um dia
e seus olhos brilhavam, enfeitando a narrativa.

Meu irmão José viu, certa feita,
no escaldante calor do meio-dia,
um caixão de defunto que sobrevoava a estradinha.
Fantasmas, assombrações, gemidos e gargalhadas
habitavam a vida dos ilhotenses.

Na minha infância eu era um menino pobre
que brincava no terreiro de chão batido
com meus bois de sabugo de milho.

Companheiro inseparável, o cão Piloto
tangia meu rebanho imaginário.
Um dia apareceu cabisbaixo, babando, triste.
A espingarda de meu pai cuspiu fogo sobre ele.
Ainda hoje tenho a sensação de que, vez por outra,
um bago de chumbo se desprende na minha alma,
perpetuando os efeitos daquele tiro fatal.

A estradinha continua lá,
branquinha, branquinha, a combinar com a cor
que hoje têm os meus cabelos.

Inertes e espalhados pelo pasto,
dormem os sabugos de milho.
Esperam que um dia o menino retorne
para lhes trazer novamente a vida,
quem sabe, ainda a tempo de transportar mandioca
para a próxima farinhada.
-------------
Solange Rech

**** T A G S *****
-são temas do blog-
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 18:05

link do post | E custa, comentar aqui?

1 comentário:
De LEIDE a 6 de Abril de 2005 às 18:40
Eu amei esse blog,e vou falar a verdade,nunca vi nada igual,são poucas as pessoas que gostam tanto de seus animais assim. gostaria muito de fazer parte tb,colocando a foto de meu cachorro que tb já se foi e q n consigo esquecer.Se não for possível,pelo menos mande um e-mail pra mim,dizendo que leu.OBRIGADA!


Comentar post

*mais sobre mim

*espreitar no blog

 

*subscrever feeds

*favorito

* 10 blogs para conhecer no...

* Sua presença basta

* Poema - Mais vale guardar...

*links

*Banners

Uma vela por ti

meu amado cão!

*Google-A minha página

Encontre-nos no Google+