*Meu saudoso KIMBA


***** T A G S *****
-são temas do blog-
(clique em cima)

* 00-kimba-adormecer

* 00-monty-adormecer

* 01-diversos

* 03-eles são assim

* 04-fotografias

* 05-histórias de perdas

* 07-amado gato

* 07-perdas-homenagens

* 09-se eu falasse

* 10-poemas-outros

* 11-crónicas-outros

* 12-crónicas-laura

* 12-natal

* 12-poemas-kimba

* 12-poemas-laura

* todas as tags

*posts recentes

* Hannynha - poodle

* Jolly da Vanilma - 28/04/...

* Bobinhos

* Shirra

* Raça gigante - 2

* ANASTÁCIA - passou para o...

* Como cuidar de cães idoso...

* Natal de imensa saudade- ...

* Há donos e DONOS AMIGOS!

* Deus átomo

* Rufus e Domi da Mar Teres...

* REX - Meu fiel companheir...

* Como abraçar um bebé:

* A perda de um companheiro

* A dor da perda!

*arquivos

*últ. comentários

Obrigada, Vanilma. Eles deixam-nos desoladas quand...
Lindo o que escreveu :(
Vanilma, só agora vi a sua mensagem, amiga.No iníc...
Acabei de perder a minha poodle de 15 anos e estou...
Como eu a compreendo amiga Laura,eles sim são os n...
Obrigada pelo seu comentário. Gostarei de o ver no...
As vezes porreirinhos de mais! Também convivemos c...
Van, o seu Carlinhos já está no meu blog. Já viu?L...

*mais comentados

*Aos visitantes:

Destinei este blog aos animais que já não estão mais comigo ou neste mundo,

e aos amigos com animais também já adormecidos que, roídos pela saudade,

ainda escrevem sobre eles.
Vamos homenageá-los?

Fale comigo - (clique na caixa do correio)

laurabmartins.blogs.hotmail.com
»»»»»»»»»»»»»» | ««««««««««««««

Segunda-feira, 10 de Maio de 2010

Agora, sim!

cao_patacabeca.jpgAgora sim, após quase seis anos, minha casa ficará totalmente livre de pelos. Eu estava sempre com uma vassoura na mão ou um paninho, para retirá-los dos lugares mais inusitados.
Agora sim, não vou precisar levantar rapidamente da cama, às seis da manhã, ao ouvir o bater do jornal na lajota da frente. Diariamente nós disputávamos para ver quem chegava primeiro para ler as notícias em primeira mão. (O problema é que ele só sabia "ler" mastigando as folhas.)
Agora sim, ninguém vai me trazer esperançoso, um boneco me convidando para brincar. Não vou ficar sem ar jogando bola, balançando bem alto garrafas pet ou disparando atrás dele pelo gramado, durante séculos, até ficar esfalfada. O bandidinho não permitia paradas e ficava latindo insistente para que a brincadeira continuasse indefinidamente.
Agora sim, não terei mais patas sobre meus ombros me abraçando sempre que eu pedia... Bom dia dado sério, pela manhã, com ele sentado, me olhando quando eu abria a porta, patinha levantada para ser sacudida.
Ninguém ficará rosnando e latindo à noite, na porta da sala, até eu levantar do sofá e lhe alcançar uma fruta. Não preciso mais por barreira na porta da frente para que ele não entre e se esparrame num resmungo, no tapete da sala. E me olhe com aquele olhar pidão de: ("Me deixa ficar aqui contigo só um pouquinho!")
Finalmente os passarinhos e abelhas vão ter sossego porque ele não chegará mais aos pulos para espantá-los.
Agora sim, quem quiser, pode chegar à minha casa, sem levar um susto ao ser recebido pelo grande cão que adorava que pensassem que era uma fera. (Bobagem, porque bastava por a mão em sua cabeça para que se desmanchasse em requebros alucinados.)
Agora sim, vou poder ir à praia sozinha, caminhar pela areia, sem vê-lo ir e vir alegremente pelas dunas. Ninguém vai mais por o focinho insistentemente entre as folhas de jornais ou revistas quando eu estiver lendo. Querendo atenção, empurrando minha mão para coçar seu pescoço.
Não mais olhares doces. (Eram os olhos mais claros, lindos e doces que já vi!) Cabeça no meu colo, rabinho abanando, comunhão amiga.
Agora sim, o silêncio reinará absoluto em cada canto da casa. Meu amigo foi embora, e se existe um céu para cães, ele deve estar lá agora, correndo com amigos por verdes vales.

Ninguém mais terei, então, para me receber com latidos alegres quando eu chegar e vou ter que parar de rir à toa com suas piruetas.
Agora sim, acho que finalmente, vou começar a envelhecer e aprender a chorar...
---------------------------------
Recebido via Internet, s/autoria

**** T A G S *****
-são temas do blog-
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 23:16

link do post | E custa, comentar aqui?

6 comentários:
De Patricia a 14 de Agosto de 2010 às 02:20
Olá!Gostaria de saber o e-mail para onde poderia enviar um breve texto e uma foto do meu mano canino.Vai fazer um mes no domingo que o perdi e gostaria de lhe dedicar umas breves palavras.
Obrigada!


De cristiani a 12 de Agosto de 2010 às 17:00
Que lindo e triste poema,essa semana perdi minha compnheira de 8 anos.Sinto um vazio enorme e como se tivessem tirado um pedacinho de mim...me sinto muito mau.
gostaria muito que se possivel prestar uma homenagem a ela aqui...tenho fotos dela em meu orkt,blog
o nome dela é jady desde já agradeço de coração.


De Ana Cavalcantti a 18 de Julho de 2010 às 17:41
Oi Laura !
Nossa que emocionante esse texto !
É tão triste quando eles se vão né...affff !!
Não quero nem pensar nisso !!!
Mas muito bonitinho um espaço para deixar nossa última homenagem !
Beijos


De Van a 3 de Dezembro de 2010 às 21:00
Oi Laura, como faço pra mandar uma homenagem aos meus cachorros, eu entrei no outro mas vc me mandou email dos blogs atuais, como faço pra mandar homenagem ao meus anjinhos cachorros?

Amo teu blog, ele tem sensibilidade, não tem coisa melhor no mundo que um amigo de quatro patas!

bjss


De LauraBM a 3 de Dezembro de 2010 às 22:24
Van, grata pelo seu contacto.
Comunique comigo através do e-mail
laurabmartins.blogs@hotmail.com
Obrigada
Laura


De LauraBM a 9 de Dezembro de 2010 às 21:34
Van, o seu Carlinhos já está no meu blog. Já viu?
Laura


Comentar post

*mais sobre mim

*espreitar no blog

 

*subscrever feeds

*favorito

* 10 blogs para conhecer no...

* Sua presença basta

* Poema - Mais vale guardar...

*links

*Banners

Uma vela por ti

meu amado cão!

*Google-A minha página

Encontre-nos no Google+